terça-feira, 30 de junho de 2015

2º aniversário


Entre as palavras há o tempo. Dias que se sucedem ao sabor da escrita, deixando memórias e páginas lidas, que muitos irão redescobrir dali a semanas, meses, anos. E assim se passam 2 anos, como se desde que escrevi “Em nome dos livros” tivessem decorrido apenas uns dias.

Criei este blog porque a literatura era uma parte muito importante a minha vida e acalentava a esperança de poder vir a trabalhar no mundo editorial. Dedicar-me diariamente aos livros no fundo começou como um placebo, o mais próximo que tinha de viver um sonho que sabia ser difícil de realizar.

Partindo dessa necessidade, se houve algo que o meu curso de Comunicação Social me deu foi a consciência de que a palavra acarreta responsabilidade e esse é um dos princípios que tem pautado a minha actividade enquanto blogger. Não digo que li o que não li, não formo opiniões sobre livros porque li algumas páginas, parto para cada leitura com a esperança de descobrir o livro da minha vida e tenho um inesgotável desejo de conhecer novos autores, novos estilos, novos mundos.

Demoro algum tempo a ler um livro, o que segundo os padrões dos bloggers de literatura é uma vergonha, porque rezam as regras que se não leres pelo menos 1 livro por semana és um zé-ninguém. Mas não me importo. Leio ao ritmo que o meu tempo me permite e deixo que um livro faça parte da minha vida durante algumas semanas. Os livros também precisam de nos acompanhar.

Algo claro para mim desde o início foi que queria ter opinião no blog, porque não acho que partilhar sinopses seja um serviço o leitor, para isso há os sites das editoras e as livrarias online. Também não queria escrever críticas formais e académicas, mesmo porque não tenho competência para isso. Aqui quem vos fala não é um especialista, é um leitor informado que partilha experiências. E com cada crítica a livro o meu objectivo é que as pessoas percebam que livro é aquele, que as minhas palavras lhes transmitam algo semelhante ao que o livro me transmitiu. Seja isso bom ou mau, porque não acredito em bloggers que só falam bem, acho que essa é uma posição confortável. Quem tem confiança e mérito para elogiar, também tem de ter para criticar, caso contrário o blogger é apenas um divulgador. E conhece-se tanto uma pessoa pelo que gosta, como pelo que não gosta, e portanto não privo os meus leitores das minhas opiniões, procurando sempre sustentá-las. Por isso, nestes 2 anos falei muito bem de alguns autores e falei muito mal de outros, com a independência que me dá o facto de os livros serem comprados com o meu dinheiro.

E o futuro? Bom, tenho algumas ideias, uma que me agrada especialmente é uma nova rubrica que analisa livros e as suas adaptações para cinema e televisão. Mas mais que tudo, quero continuar convosco, a escrever mais (queremos sempre escrever mais!), a ver o blog a crescer sustentadamente como tem acontecido até agora e que as pequenas alegrias de ver um post partilhado ou elogiado por alguém que valorizo se vão repetindo. A todos os que me têm acompanhado - obrigado pela companhia!

11 comentários:

  1. Pode não ser um especialista, mas é um bom leitor e apreciador daquilo que lê e acompanha o meio editorial de modo conveniente e pelo que aqui foi dizendo aqui, este blogue tornou-se para mim numa referência ao nível dos espaços que falam de livros e do melhor que conheço.
    Continue assim e se tem ideias para valorizar o blogue, estou certo que são positivas e por isso força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Carlos! É bom saber que as horas dedicadas a este projecto servem para alguma coisa e que há pessoas que dão valor ao que vou fazendo.

      Eliminar
  2. Parabéns, João. Espero que continue.
    Um abraço.
    Pedro Correia

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto muito do seu blog e fico feliz por o ter encontrado. Espero que se mantenha por cá por muitos e longos anos.
    Parabéns e obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado! Essas palavras têm muito valor para mim :)

      Eliminar
  4. Venham mais aniversários, mais críticas e mais novidades!

    ResponderEliminar